De acordo com o tempo de exercício e sua intensidade o corpo utilizará diferentes substratos energéticos.
Nos primeiros segundos da atividade física usamos o sistema fosfo creatina, após a glicose em meio anaeróbico (sem oxigênio), gerando ácido lático como produto final e somente após algum tempo utilizaremos os carboidratos e as gorduras, na presença de oxigênio.
O condicionamento muscular é um dos fatores determinantes na utilização mais precoce da gordura como fonte de energia, bem como a intensidade do exercício.

– Exercícios de alta intensidade e curta duração utilizarão os carboidratos como fonte principal de energia (glicogênio muscular).
– Exercícios de moderada intensidade e longa duração utilizarão mais as gorduras como fonte de energia.

A alimentação no pré treino deve ter carboidratos de baixo índice glicêmico a fim de evitar a utilização de proteínas como fonte de energia. Portanto, nunca realizar atividades em jejum e jamais esquecer que carboidratos são muito importantes para geração de energia durante a atividade física.
Dietas com baixa quantidade de carboidratos não são adequadas para indivíduos desportistas ou atletas.
As dietas devem ser balanceadas em todos os nutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras), respeitando as necessidades calóricas individuais.


Categorias: Sem categoria




Deixe um comentário